Tailândia propõe eleições gerais no dia 3 de agosto

O governo Da Tailândia propôs à Comissão Eleitoral para que as eleições gerais sejam realizadas no dia 3 de agosto. "Recebemos uma carta do governo ontem, propondo o dia 3 de agosto", disse Somchai Srisuthiyakorn, um dos cinco comissionários da agência eleitoral. "O governo nos pediu uma resposta até esta sexta-feira. Os representantes devem se reunir nesta quarta-feira para avaliar o pedido do governo.

Agência Estado

20 Maio 2014 | 08h06

Na carta entregue à Comissão Eleitoral, o governo disse que concorda em dar à comissão o poder de adiar novamente a eleição, caso seja necessário. A condição foi definida como uma tentativa de evitar possíveis obstruções e uma repetição da eleição realizada no dia 2 de fevereiro, que foi parcialmente interrompida por manifestantes antigoverno. Em março, a eleição foi anulada pelo Tribunal Constitucional da Tailândia.

Neste mês, governo e comissão haviam concordado em realizar um novo pleito no dia 20 de junho, mas a data foi cancelada devido ao retorno dos conflitos políticos no país.

Segundo Somchai, a declaração da Lei Marcial pelo exército não tem impacto sobre o trabalho da Comissão Eleitoral ou no planejamento de uma nova eleição. "Enquanto a atual constituição estiver válida, o governo e o Estado ainda estão no mesmo lugar", disse. No entanto, ele acrescentou que os representantes do exército podem precisar ser envolvidos na definição de uma nova data da votação. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
ELEIÇÕES TAILÂNDIA 3DEAGOSTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.