Tailândia revela descoberta de plano terrorista

Um suposto terrorista confessou terplanejado atentados contra embaixadas da capital tailandesadurante a cúpula do Fórum de Cooperação EconômicaÁsia/Pacífico (Apec) que será realizado em outubro e que contarácom a presença de líderes mundiais, inclusive a do presidentedos Estados Unidos, George W. Bush. A informação foi dada hoje pelo primeiro-ministro da Tailândia, Thaksin Shinawatra. As preocupações sobre atividades terroristas na Tailândiaaumentaram dias atrás, quando a polícia revelou que um homem deCingapura foi detido em maio e três tailandeses muçulmanos foramdetidos nesta semana sob suspeita de planejar atentados. Oshomens não foram identificados. Segundo autoridades, os suspeitos eram membros do YemaIslamiya, um grupo terrorista relacionado à rede Al-Qaeda e queteria perpetrado os atentados com bombas em um clube noturno dailha de Bali em 2002. As declarações de Thaksin são as primeiras a vincular osuposto plano terrorista ao próximo fórum da Apec, ao qualassistirão também o presidente da China e o primeiro-ministro doJapão, entre outros líderes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.