Tailândia solta 25 mil presos para comemorar 80 anos do rei

Beneficiados são presos comuns com menos de um ano de pena ou condenados com mais de 60 anos de idade

Efe,

11 de dezembro de 2007 | 06h12

O governo da Tailândia vai libertar cerca de 25 mil presos para comemorar o 80º aniversário do rei Bhumibol Adulyadej, que aconteceu no dia 5 de dezembro, anunciaram nesta terça-feira, 11, fontes penitenciárias. Os beneficiados são em sua maioria presos comuns com menos de um ano de pena, ou condenados com mais de 60 anos de idade, explicou à imprensa o diretor do Departamento de Correções, Wanchai Roujanavong. Em outros casos, a pena foi reduzida. Foi o que aconteceu com o do médico Wisuth Boonkamsemsant, condenado à morte pelo assassinato de sua mulher, a também médica Phassaporn. Ele teve a sentença comutada para prisão perpétua.

Tudo o que sabemos sobre:
Tailândia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.