Tailândia: tribunal ordena que primeira-ministra seja afastada do cargo

Bangcoc, 07/05/2014 - A Corte Constitucional da Tailândia ordenou nesta quarta-feira que a primeira-ministra, Yingluck Shinawatra, seja afastada do cargo, diante da acusação de que ela teria abusado de seu poder ao demitir o chefe de segurança nacional do país.

Agência Estado

07 Maio 2014 | 05h05

De acordo com a Corte, Yingluck violou a Constituição do país quando decidiu rebaixar o cargo do então chefe de segurança, Tawin Pleansri, para beneficiar seu cunhado, em 2011. A Corte afirmou que a primeira-ministra foi desonesta e que agiu por conflito de interesses.

"Yingluck abusou do poder para beneficiar a si mesma e as pessoas próximas a ela. Por isso, determinamos que ela saia do cargo imediatamente", afirmou juiz em um veredicto televisionado. Fonte: Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.