Taiwan ajudará 136 mil famílias vítimas de tufão

Morakot deixou um saldo de mais de 600 mortos e desaparecidos; 136 mil famílias tiveram casas avariadas

Efe,

21 de agosto de 2009 | 03h40

O governo de Taiwan anunciou nesta sexta-feira, 21, que compensará mais de 136 mil famílias que tiveram suas casas inundadas ou destruídas pelo tufão Morakot, o mais devastador dos últimos 50 anos na ilha.

 

A bandeira taiuanesa foi posta a meio mastro nos prédios oficiais de Taiwan, em sinal de luto pelas vítimas do Morakot, que atravessou a ilha entre 7 e 9 de agosto e deixou mais de 600 mortos e desaparecidos.

 

Já começaram os trabalhos de realojamento e reconstrução, enquanto seguem as operações para recuperar corpos de desaparecidos, em sua maioria em meio à terra derivada de deslizamentos.

 

O governo de Taipé lançou uma campanha para investigar a segurança dos prédios, para evitar que se repita a destruição de 17 hotéis no sul da ilha.

 

Enquanto isso, o governo segue recebendo críticas pela suposta lentidão e falta de coordenação nas operações de resgate e de salvamento.

Tudo o que sabemos sobre:
tufãoMorakot

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.