Taiwan aprova proposta de referendo de independência

O parlamento de Taiwan aprovou uma proposta concedendo ao presidente poder para realizar referendo de independência, se a China resolver lançar ofensiva militar contra a ilha. A medida, parte de uma lei que permitirá um amplo referendo, foi aprovada por 108 votos a favor e 82 contra. A votação, chamada de "referendo de defesa", ocorreria se a China tomasse a iniciativa de utilizar a força para obrigar Taiwan a concordar com a unificação. O presidente de Taiwan, Chen Shui-bian, tem dito que não promoverá referendo se a China não atacar a ilha. Ontem a China disse que um referendo seria "desastroso", sem indicar quais medidas poderão ser tomadas. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.