Taiwan diz que diálogo com China não é prioridade

O presidente de Taiwan, Ma Ying-jeou, afirmou nesta sexta-feira que não tem pressa para começar os diálogos políticos com a China mesmo após o líder chinês, Xi Jinping, ter convidado a ilha para o debate.

Agência Estado

22 de novembro de 2013 | 04h02

"Nós temos o princípio de discutir os assuntos fáceis antes dos difíceis e as questões econômicas antes das políticas", disse Ying-Jeou em entrevista a jornalistas. De acordo com ele, a discussão entre Pequim e Taipei para a criação de agências representativas em cada país não envolve política.

Taiwan e a China se separaram politicamente na guerra civil de 1949. A China reivindica a ilha como parte de seu território. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
TaiwanChinaDiálogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.