Taiwan inicia vacinação de mais de 12 milhões contra gripe

Em Taiwan, até o momento, foram registradas 26 mortes relacionadas à gripe A

EFE

01 Novembro 2009 | 02h17

Taiwan iniciou neste domingo a vacinação de mais de 12 de seus 22 milhões de habitantes, em uma campanha contra a popularmente denominada gripe A que durará até o dia 14 de fevereiro de 2010, informou o Centro de Controle de Doenças (CCD).

 

A ilha dispõe de 15 milhões de doses de vacinas contra a gripe, locais e importadas, suficientes para cobrir as possíveis necessidades, disse neste domingo o diretor do CCD, Chou Zhi-hao.

 

As primeiras vacinas foram inoculadas nos 6.000 desabrigados pelo devastador tufão "Morakot", que causou mais de 700 mortos, no pessoal médico, mulheres grávidas e crianças de seis meses a seis anos. O segundo rodízio de vacinação começa no dia 12 de novembro e cobrirá os 3,6 milhões de crianças em escolas primárias e secundárias, informou o CCD.

 

A empresa taiwanesa Adimmune fornecerá 10 milhões de vacinas, enquanto a suíça Novartis contribui com 5 milhões de doses da vacina contra a gripe AH1N1, segundo os dados do Ministério da Saúde da ilha. O início da campanha de inoculação coincide com o fechamento de mais de 1.000 salas de aula em toda a ilha, por isso que o CCD adverte que chegou a Taiwan a segunda onda de infecções com o vírus.

 

Apesar de sua rápida propagação, a epidemia de gripe AH1N1 em Taiwan tem uma virulência moderada, com um índice de mortalidade de um a dois por cada 10 mil casos registrados, disse o CCD. Em Taiwan, até o momento, foram registradas 26 mortes relacionadas com a gripe A, segundo dados do CCD.

Mais conteúdo sobre:
TAIWAN GRIPE A VACINAÇÃO

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.