Ann Wang/Reuters
Ann Wang/Reuters

Taiwan oferece voos falsos para turistas saudosos

Passageiros fazem check-in, passam pela segurança e embarcam no avião – que nunca decola

Redação, O Estado de S.Paulo

04 de julho de 2020 | 02h00

TAIPEI - Está com saudades da experiência de viajar? Um aeroporto de Taiwan tem a solução: um itinerário falso no qual você faz o check-in, passa pelo controle de segurança e até embarca na aeronave – mas não decola.

O aeroporto de Songshan, no centro de Taipei, começou a oferecer essa experiência na quinta-feira, 2, com aproximadamente 60 participantes ansiosos.

Cerca de 7 mil pessoas se inscreveram para participar. Os vencedores foram escolhidos aleatoriamente. Mais experiências de voo falsas ocorrerão nas próximas semanas.

"Eu realmente quero sair do país, mas por causa da epidemia muitos vôos não são autorizados", disse Hsiao Chun-wei, 38 anos, que trouxe seu filho pequeno.

Os passageiros receberam cartões de embarque e passaram pela segurança e imigração antes de embarcarem no Airbus A330 da maior companhia aérea de Taiwan, a China Airlines, onde os comissários de bordo conversavam com eles.

"Espero que a epidemia termine logo, para que possamos realmente voar para longe", disse uma mulher de 48 anos que disse se chamar Tsai. O aeroporto está usando o evento para apresentar as reformas concluídas e mostrar às pessoas que medidas de prevenção contra o coronavírus estão sendo tomadas.

Songshan geralmente tem voos para Tóquio, Seul e várias cidades chinesas, e também é um importante centro doméstico.

Taiwan saiu relativamente incólume da pandemia graças a medidas de prevenção precoces e eficazes, mas fechou suas fronteiras em grande parte desde meados de março. Aconselhou os cidadãos contra viagens ao exterior, a menos que seja absolutamente necessário.

Com menos voos em operação, o número de passageiros despencou 64% nos primeiros cinco meses de 2020, em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo o governo.

Ainda assim, em um ponto positivo, as viagens internas estão crescendo. As duas principais transportadoras domésticas de Taiwan - a Mandarin Airlines, da China Airlines, e a Uni Air da Eva Air - adicionaram capacidade extra durante o verão às ilhas costeiras e à costa leste de Taiwan. /AFP

 

Tudo o que sabemos sobre:
Taiwan [Ásia]coronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.