Taiwan promete seguir com planos de mudar constituição

O presidente taiwanês, Chen Shui-bian, se comprometeu hoje a levar adiante seus planos de apresentar uma nova constituição da ilha durante os dois últimos anos de seu mandato apesar das advertências da China e da crescente oposição dos taiwaneses.O governante taiwanês insistiu na necessidade de mudar a constituição de Taiwan a fim de adaptá-la a sua atual situação e conseguir que a ilha se transforme em um país normal, soberano e independente. "Se as condições sociais estão prontas, quem poderá dizer que não podemos ter um plebiscito sobre uma nova constituição para o próximo ano?", assinalou Chen em sua mensagem de Ano Novo.É muito provável que estas declarações de Chen, dirigidas aparentemente a rejeitar pressões para que se reconcilie com Pequim, produzam uma reação negativa na China, que classifica os planos do líder taiwanês de um ato independentista. A China advertiu repetidas vezes a Taiwan para não adotar uma nova constituição, uma medida considerada pelas autoridades de Pequim como um passo para a declaração oficial de independência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.