Taiwan rejeita representação conjunta com China

O presidente de Taiwan, Ma Ying-jeou, afirmou que a ilha não aceita uma representação conjunta com a rival China em organizações internacionais. Os comentários de hoje ocorrem às vésperas de um encontro entre funcionários dos dois países para discutir se Taiwan será representada na Organização Mundial de Saúde (OMS).

AE-AP, Agencia Estado

20 de março de 2009 | 11h54

Seis décadas após os dois lados se dividirem em meio a uma guerra civil, a China ainda reivindica Taiwan como parte de seu território e se opõe à sua participação em entidades internacionais, pois isso simboliza a soberania nacional. Em sua fala, Ma disse que Taiwan considera ingressar em organizações internacionais sob três possíveis nomes: a República da China, seu nome formal, Taipé Chinesa, nome usado nas Olimpíadas, e Taiwan.

Tudo o que sabemos sobre:
TaiwanChinadiplomacia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.