Taiwan vai às urnas, popularidade de partido pró-China em teste

Taiwan iniciou neste sábado a contagem de votos em uma tensa campanha para escolher os prefeitos das maiores cidades da ilha. O pleito representa um teste de popularidade para o partido governista pró-China antes da eleição presidencial de 2012.

REUTERS

27 de novembro de 2010 | 11h03

O partido que vencer a maior parte das cinco disputas em jogo sairá como favorito na disputa presidencial. Enquanto isso, o bom desempenho da oposição, representada pelo Partido Democrático Progressista (PDP) pode provocar preocupações em Pequim. Os resultados serão anunciados no final deste sábado.

Os eleitores foram às urnas após o filho de um ex-vice-presidente de Taiwan ter sido ferido por tiros durante um evento de campanha próximo a Taipé, na sexta-feira. Mas, segundo relatos da mídia, o autor dos disparos era integrante de uma gangue criminosa e não tinha motivação política.

China reivindica soberania sobre Taiwan há seis décadas e, desde 2008, vem discutindo temas econômicos com o governista Partido Nacionalista. Pequim espera que estas negociações possam ter como desfecho a reunificação com Taiwan.

(Reportagem de Ralph Jennings)

Tudo o que sabemos sobre:
CHINAELEICOESTAIWAN*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.