Taiwaneses vão às ruas para pedir renúncia do presidente

Cerca de 8 mil fizeram uma manifestação neste sábado em Taipé exigindo a renúncia do presidente Chen Shui-Bian, acusado de corrupção envolvendo sua família e colaboradores. Os manifestantes se concentraram diante do Palácio Presidencial e gritaram palavras de ordem contra Chen. A manifestação terminou sem incidentes. Na cidade portuária de Kaohsiung, o protesto foi suspenso devido às fortes chuvas.A oposição taiwanesa, liderada pelo histórico Partido Kuomintang, decidiu iniciar um processo de cassação na próxima sessão parlamentar especial, em setembro. A oposição conta com 111 cadeiras do total de 221 do Parlamento, mas precisa de 147 votos para cassar Chen.A gestão de Chen, do Partido Democrata Progressista (PDP), é cada vez mais questionada pelos taiwaneses, segundo as últimas pesquisas. Sua imagem foi prejudicada pela detenção, em maio, de seu genro, Chao Chien-ming, acusado de vazamento de informação privilegiada numa transação da bolsa de valores.Segundo a oposição, Chao e sua família ganharam US$ 13 milhões com a compra e venda de ações da Taiwan Development Corporation, adquiridas a preços baixos, antes de a empresa obter um substancioso crédito bancário que fez disparar a sua cotação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.