Tajiquistão cede território reivindicado pela China

O Tajiquistão concordou em ceder uma parte do seu território para a vizinha China, numa tentativa de acabar com uma disputa territorial que já dura mais de um século. O Parlamento tajique votou e aprovou hoje uma lei que cede à China 2,5 mil quilômetros quadrados de terra na região escassamente povoada dos montes Pamir. Não existem informações precisas sobre quantas pessoas vivem no território que será cedido.

AE, Agência Estado

12 de janeiro de 2011 | 17h52

O líder da oposição Mukhiddin Kabiri criticou a medida e disse que a cessão de território é inconstitucional e representa uma derrota para diplomacia tajique. Mas o ministro das relações exteriores, Khamrokon Zaifiri, apresentou a cessão territorial como uma vitória, dizendo que a China na realidade reivindicava um território muito maior, de 28 mil quilômetros quadrados. A disputa data do século 19, quando o Tajiquistão pertencia ao Império Russo. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
TajiquistãoChinaterritório

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.