Taleban afegão afirma que vai manter ataques durante o Ramadã

Porta-voz disse que e-mail enviado em nome do grupo sobre trégua no período sagrado do Islã é falso

O Estado de S. Paulo,

05 de julho de 2013 | 14h25

CABUL - O Taleban afegão prometeu nesta sexta-feira, 5, manter seus ataques durante o Ramadã e declarou ser falso um e-mail que prometia uma trégua no mês islâmico dedicado ao jejum e à oração.

O porta-voz do Taleban, Zabihullah Mujahid, disse que o e-mail divulgado em seu nome parece ter sido usurpado por agentes de inteligência do governo afegão. "Naquele e-mail, os derrotados inimigos tentaram influenciar os ataques por parte dos combatentes mujahideen", disse Mujahid. "Rejeitamos fortemente o envio de tal e-mail sobre uma paralisação das operações."

O Diretor Nacional de Segurança (agência afegã de espionagem) realiza ataques cada vez mais frequentes contra a sofisticada rede de comunicações do Taleban afegão, a qual inclui sites, contas de e-mails, perfis em redes sociais e porta-vozes que usam pseudônimos.

Embora o Ramadã seja um mês relativamente tranquilo em termos de ataques insurgentes, Zabihullah disse que essa época tem um significado religioso especial para os insurgentes. "Durante o mês sagrado do Ramadã, a jihad tem recompensas importantes. E os mujahideen (combatentes) vão continuar empregando todas as suas técnicas de combate para realizar ataques contra o inimigo." / REUTERS

 
Tudo o que sabemos sobre:
TalebanAfeganistãoRamadã

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.