Taleban anuncia libertação de francesa seqüestrada

Um grupo taleban afirmou neste sábado ter libertado a voluntária francesa capturada no sudoeste do Afeganistão há mais de três semanas junto com um companheiro também francês e mais três afegãos, segundo um comunicado divulgado em seu site.A nota diz que a mulher foi libertada no distrito de Maiwand, na província de Kandahar, no sul do país. Agora os talebans esperam "uma boa resposta do Governo e do povo da França" sobre a retirada de suas tropas, acrescenta o texto.O grupo também anuncia uma extensão de uma semana no prazo dado ao Governo francês para cumprir a exigência de retirada das suas tropas no país, em troca da libertação dos quatro outros reféns. O ultimato, que vencia neste sábado, foi ampliado porque "atualmente há eleições na França e a população está concentrada no processo" de sucessão, alegam os talebans.Os rebeldes acrescentam que, libertando a refém, esperam "que o Governo francês retire suas tropas do Afeganistão e construa uma boa relação com o Taleban". Também explicam que entregaram uma carta à mulher, conhecida apenas pelo primeiro nome, Céline. A mensagem ao povo francês afirma que "os talebans são a favor da paz e de um bom tratamento para as mulheres".As autoridades afegãs, por enquanto, não se pronunciaram sobre o anúncio. Os reféns são trabalhadores da ONG francesa Terre d´Enfance. Eles foram capturados no dia 3 de abril, na província de Nimroz, no sul do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.