REUTERS/Stringer
REUTERS/Stringer

Taleban ataca prisão no Afeganistão e liberta mais de 350 detentos

Quatro guardas foram mortos, outros sete ficaram feridos e três militantes morreram

O Estado de S. Paulo

14 Setembro 2015 | 09h41

CABUL - Mais de 350 detentos escaparam nesta segunda-feira, 14, de uma prisão no Afeganistão após um ataque coordenado por militantes do Taleban, disse Mohammad Ali Ahmadi, vice-governador da província de Ghazni. Quatro guardas foram mortos, outros sete ficaram feridos e três militantes morreram.

Ahmadi disse hoje que insurgentes vestidos com uniformes militares lançaram um ataque bem organizado no início da manhã, utilizando um homem-bomba para violar as paredes da prisão, disse Ahmadi.

O porta-voz do Taleban, Zabihullah Mujahid, reivindicou a autoria do ataque em um e-mail enviado para a mídia.

No total, segundo o Ministério do Interior, 355 prisioneiros escaparam e apenas 82 permanecem sob custódia na prisão. Ahmadi acrescentou que 20 dos presos mais perigosos foram transferidos para outra unidade um dia antes do ataque.

"Pelo menos 148 dos presos fugitivos são considerados uma ameaça grave para a segurança nacional", aponta o comunicado do Ministério do Interior. Até agora, apenas três fugitivos foram recapturados. /ASSOCIATED PRESS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.