Taleban desmente morte de filho do mulá Omar

O Taleban desmentiu hoje que o filho de seu líder máximo, o mulá Omar, tenha morrido em um dos bombardeios dos EUA contra o Afeganistão.Uma fonte taleban no Paquistão qualificou como"inteiramente falsa" uma informação divulgada no domingo pela BBC, segundo a qual o filho de 10 anos do mulá Omar teria morrido nos bombardeios. A fonte taleban acrescentou que o mulá Omar e seu filho de 10 anos estão bem, e afirmou que os bombardeios americanos até agora só destruíram 10% da capacidade militar da milícia governista.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.