Taleban divulga vídeo com soldado dos EUA sequestrado

O Taleban divulgou hoje um vídeo em que mostra um soldado dos Estados Unidos capturado há mais de cinco meses no leste do Afeganistão. Bowe Bergdahl foi raptado por membros do Taleban da província de Paktika, em 30 de junho. "Este foi um ato horrível, que explora um jovem soldado, que claramente foi obrigado a ler um comunicado preparado", afirmou um porta-voz da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). A aliança confirmou a identidade do soldado no vídeo.

AE-AP, Agencia Estado

25 de dezembro de 2009 | 11h54

Bergdahl aparece sentado, de frente para a câmera e com óculos escuros, aparentemente com sua roupa de militar dos EUA. Ele passa informações pessoais para confirmar sua identidade e em seguida começa a fazer um ataque verbal à conduta dos EUA no Afeganistão e em suas relações com os muçulmanos. O militar parece em boas condições físicas.

Um comunicado lido por um porta-voz do Taleban aparece no final do vídeo, exigindo a libertação de "um número limitado de prisioneiros" em troca de Bergdahl. O Taleban ainda afirma que mais soldados norte-americanos podem ser capturados. Bergdahl atuava no Afeganistão na província de Paktika, perto da fronteira paquistanesa, uma área de concentração dos militantes do Taleban.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAAfeganistãoTalebanvídeo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.