Taleban diz ter sequestrado 50 policiais no Afeganistão

O Taleban afirmou ter sequestrado 50 policiais no nordeste do Afeganistão. A ação faz parte de uma campanha de assassinatos e intimidação dos insurgentes contra qualquer afiliado ao governo dos EUA. Além do sequestro, um membro dos serviços da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) foi morto em uma explosão de bomba, elevando para 94 o número de oficiais das tropas internacionais mortos neste ano no país.

AE, Agência Estado

27 de março de 2011 | 13h18

Os militantes fizeram uma emboscada para os policiais na tarde de sábado, depois de serem avisados que eles viajariam para a província de Kunar, segundo afirmou o porta-voz do Taleban, Zabiullah Mujahid, em um comunicado distribuído por e-mail. Os policiais da província de Nuristan tinham acabado o treinamento para se unirem à Polícia Nacional Afegã.

O chefe de polícia de Kunar, o general Khalilullah Ziayi, confirmou que os militantes pararam quatro veículos policiais e capturaram dezenas de homens. No entanto, ele disse não saber qual era o número exato de pessoas nos veículos e afirmou que não estava claro se todos eram membros da Polícia Nacional Afegã ou recrutas. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
TalebanAfeganistãosequestropoliciais

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.