Taleban é acusado de envenenar garotas

O governo do Afeganistão acusou ontem o Taleban de envenenar meninas em idade escolar e subornar alunos para colocar substâncias tóxicas na água bebida pelas estudantes. Houve casos em seis escolas nas últimas três semanas na Província de Thakar, no norte do país. No total, o número de contaminações pode chegar a 125. Ao menos 15 suspeitos foram presos.

O Estado de S.Paulo

07 de junho de 2012 | 04h24

No começo da onda de ataques, o governo não soube identificar a origem dos envenenamentos. Segundo o porta-voz do governo provincial de Thakar, Mustafa Rasouli, duas estudantes receberam o equivalente a US$ 1 mil para colocar pó tóxico no reservatório de água da escola.

De acordo com autoridades afegãs, os ataques também podem ter como objetivo minar os avanços do governo central no setor da educação.

O presidente Hamid Karzai ordenou uma investigação. Segundo o porta-voz do serviço de inteligência afegão, Latifullah Mashal, o Taleban pretende amedrontar as famílias do interior do país e, assim, impedi-las de enviar as crianças à escola.

O Taleban negou estar por trás dos ataques. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.