Taleban escolhe Khan Said como novo líder no Paquistão

O taleban paquistanês escolheu no sábado um novo líder, em uma tentativa de preencher o vácuo no poder após o líder do grupo Hakimullah Mehsud ter sido morto em um ataque com uma aeronave não tripulada (drone) dos EUA, de acordo com comandantes do movimento militante.

AE, Agência Estado

02 de novembro de 2013 | 15h57

O novo chefe da organização, Khan Said, é, como seu predecessor, um membro da tribo Mehsud, de South Waziristan, distrito eleitoral mais poderoso dentro do movimento militante que é conhecido formalmente como Tehreek-e-Taliban Pakistan (TTP).

Said, também conhecido como Sajna, é creditado com o mentor do ataque de 2012 em uma prisão em Bannu, uma cidade à beira de North Waziristan, no qual cerca de 400 prisioneiros foram libertados, incluindo muitos militantes. Ele também está intimamente ligado à organização do abastecimento de homens-bomba do TTP.

Um reunião de cerca de 600 comandantes do movimento votou pela escolha de Said após participarem do funeral de Mehsud em North Waziristan nas primeiras horas deste sábado, de acordo com militantes que também estavam no encontro. Said chefiou anteriormente o braço South Waziristan do TTP, sucedendo um comandante morto em um ataque com drone realizado pelos EUA em maio.

A decisão de nomeá-lo não foi unânime. Uma minoria de comandantes votou em Hafiz Saeed, que dirige o grupo na área tribal de Orakzai. Separadamente, uma reunião no leste do Afeganistão da facção do TTP, baseada na região, decidiu que o seu chefe Mullah Fazlullah, oriundo do Vale Swat, deveria dirigir todo o movimento agora, de acordo com autoridades de segurança paquistanesas.

Não houve nenhum anúncio oficial do TTP sobre a sucessão na liderança do grupo. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
Paquistãotalebannovo líder

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.