Taleban incendeia torre de telefonia no oeste afegão

Grupo acredita que é rastreado por sinal de telefones celulares captados por serviços de espionagem dos EUA

Agência Estado e Associated Press,

12 de março de 2008 | 10h18

Uma torre de telecomunicações foi incendiada no oeste do Afeganistão na noite de terça-feira, 11, informou nesta quarta um oficial da polícia local. Trata-se do mais recente ataque do gênero depois de a milícia fundamentalista islâmica Taleban ter advertido que destruiria as torres caso as companhias telefônicas não desligassem o sinal durante a noite. Cinco rebeldes atearam fogo no gerador, no reservatório de combustível e na torre situada em Obe, na província afegã de Herat, disse Raouf Ahmadi, porta-voz da polícia local. A torre pertencia à companhia telefônica Areeba. O Taleban acredita que os serviços de espionagem dos Estados Unidos e de outros países estejam usando o sinal dos telefones celulares para rastrear os rebeldes e atacá-los. Desde a ameaça, feita no mês passado pelo Taleban, pelo menos duas torres da Areeba e três da companhia telefônica Roshan já foram atacadas.

Tudo o que sabemos sobre:
TalebanAfeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.