Taleban lança serviço telefônico para atender queixas no Afeganistão

Medida foi tomada após denúncia de que falsos insurgentes estão extorquindo a população

Efe,

16 de junho de 2011 | 15h08

CABUL - Os talibãs afegãos ativaram um serviço telefônico de denúncias dos cidadãos após ser divulgado que um grupo de falsos insurgentes está extorquindo a população no leste do país, informou nesta quinta-feira, 16, um porta-voz dos rebeldes.

 

Os líderes insurgentes reagiram desta maneira ao crescente número de queixas registradas na província de Nangarhar pela ação de um grupo de supostos rebeldes que, usando o nome dos talibãs, extorquem a população.

 

"Estão recolhendo dinheiro, extorquindo e inclusive sequestrando em nosso nome, mas não receberam nenhuma instrução dos 'mujahedin'", declarou o porta-voz insurgente Zabiula Mujahid. "Aqueles que cometem esses crimes mancham o nome de nosso movimento", acrescentou o porta-voz.

 

Os talibãs divulgaram por meio de um comunicado diversos números de telefone que, segundo Mujahid, "estão abertos para queixas aos oficiais do emirado islâmico pelos abusos desses falsos talibãs ou para denúncias de qualquer outro tipo".

 

A Efe tentou ligar para os números divulgados, mas no momento não estavam funcionando.

 

Os talibãs também inauguraram uma linha telefônica para queixas durante as últimas eleições legislativas afegãs, realizadas em setembro de 2010, nas quais os insurgentes ameaçaram mutilar ou matar qualquer cidadão que fosse votar.

 

Desde o início de maio, os rebeldes afegãos vêm desenvolvendo uma ofensiva em todo o país enquanto se aproxima o início da retirada gradual das forças estrangeiras desdobradas no Afeganistão, prevista para julho.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoTalebandenúncia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.