Taleban levanta restrições a Bin Laden

O Taleban disse hoje que não há mais "restrições para Osama (bin Laden)". Até então, a milícia islâmica que controla o Afeganistão dizia que havia cortado todas as comunicações de Bin Laden. De acordo com entrevista do porta-voz do Taleban Abdul Hai Muttmainpara a BBC, as restrições foram levantadas por causa dos ataques da coalizão anglo-americana contra o Afeganistão. "Agora que a América começou sua guerra contra os muçulmanos, a situação mudou completamente e não há mais restrições sobre Osama", disse Muttmain. Bin Laden é suspeito de ser o principal mentor dos ataques terroristas aos Estados Unidos em 11 de setembro passado. O ataque ao Afeganistão foi lançado depois que o Taleban se recusou a entregar o terrorista e integrantes do grupo terrorista chefiado por ele, o al-Qaeda. Desde 1998, o Afeganistão dizia que Bin Laden vivia no país como "um convidado". O Taleban disse que Bin Laden não podia planejar atentados a partir do Afeganistão, pois estava privado de seus equipamentos de comunicação. Funcionários do serviço de espionagem dos EUA, entretanto, disseram que o terrorista tem uma sofisticada estrutura de comunicações. Leia o especial

Agencia Estado,

10 Outubro 2001 | 05h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.