Taleban liberta 12 reféns

Ainda há 7 sul-coreanos em poder do grupo rebelde

AP, O Estadao de S.Paulo

07 de agosto de 2030 | 00h00

Cabul - O Taleban libertou ontem 12 dos 19 reféns sul-coreanos, seqüestrados havia quase seis semanas no sul do Afeganistão. A libertação era parte de um acordo fechado na véspera entre o governo da Coréia do Sul e o grupo extremista.Os reféns - dez mulheres e dois homens - foram soltos em grupos separados em três localidades no centro do país. Os líderes do Taleban informaram que os sete reféns que ainda estão sob seu poder seriam libertados nas 48 horas seguintes.Em 20 de julho, o Taleban seqüestrou, na Província de Ghazni, 23 sul-coreanos, que trabalhavam como missionários de uma igreja evangélica. Dois reféns foram executados pelos rebeldes e três já haviam sido libertadas. O grupo extremista libertou as primeiras três mulheres no vilarejo de Qala-e-Kazi e, em seguida, elas foram transportadas por funcionários do Comitê Internacional da Cruz Vermelha para o escritório da instituição em Ghazni, no leste do país. No acordo fechado na terça-feira, Seul comprometeu-se a retirar suas tropas do Afeganistão até o fim do ano. Aparentemente, o Taleban voltou atrás em sua exigência de uma troca de prisioneiros.Políticos afegãos criticaram o acordo, dizendo que ele pode fortalecer o Taleban. "Tememos que essa decisão abra um precedente", afirmou o ministro do Comércio, Amin Farhang.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.