Taleban liberta engenheiro turco seqüestrado há um mês

Rebeldes talebans libertaram um engenheiro civil turco depois de mantê-lo seqüestrado por um mês no Afeganistão. O embaixador da Turquia no país informou que o engenheiro foi mantido cativo em várias vilas onde o Taleban provavelmente ainda desfruta do apoio da população.O engenheiro, Hasan Onal, chegou hoje em boas condições de saúde à Embaixada turca em Cabul, depois de o Taleban tê-lo entregue a líderes tribais numa província sulista na noite de sábado. Os líderes, por seu lado, entregaram o refém a autoridades do governo afegão que levaram Onal de avião para Cabul, a capital. Logo depois da chegada de Onal à Embaixada turca para um exame médico, o novo embaixador dos EUA no Afeganistão, Zalmay Khalilzad, fez uma visita ao libertado.Khalilzad comentou com repórteres que o seqüestro mostra que o Taleban está agora alvejando trabalhadores estrangeiros no Afeganistão e que a nação enfrenta um sério problema de segurança. "Eles estão atacando funcionários internacionais... que tentam reconstruir rodovias. Isto mostra quem são os talebans e quais são seus objetivos", afirmou.Ele disse que importantes medidas estão sendo tomadas para reerguer o Exército e a força policial do Afeganistão, bem como expandir as operações das tropas da Otan no país. Khalilzad também garantiu que os soldados americanos continuam comprometidos na luta contra militantes pró-Taleban e pró-Al-Qaeda.O embaixador turco, Mutif Ozdes, informou que Onal "não foi maltratado". "Ele foi levado para certas vilas", indicando que os moradores estavam ajudando o Taleban. O ministro do Interior afegão, Ali Ahmad Jalali, garantiu que não foi pago resgate pela libertação de Onal e que nenhum prisioneiro taleban foi trocado por ele.Sequestro aconteceu em 30 de outubroOnal foi seqüestrado junto com seu motorista afegão em 30 de outubro quando retornava a um campo de trabalhadores reparando a rodovia Cabul-Kandahar. O motorista foi libertado com uma nota exigindo a libertação de prisioneiros talebans na província de Ghazni. O Taleban ameaçava matar Onal, mas recuou depois de conversações com autoridades afegãs.O mulá Rozi Khan, que se diz um alto oficial taleban na província sulista de Zabul, telefonou para agências de notícias na noite de sábado anunciando a libertação. "Líderes talebans decidiram entregar o engenheiro turco a líderes tribais porque ele é um muçulmano", disse ele por telefone celular a um repórter da AP em Kandahar.A decisão do Taleban de libertar Onal ocorreu depois de o governo afegão ter solto dois prisioneiros talebans antes do feriado islâmico de Eid-ul-Fitr, na semana passada. O Taleban espera que o governo liberte mais seis prisioneiros, segundo Khan.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.