Taleban mata 6 soldados afegãos e motorista de agência de ajuda

Um ataque de dezenas de supostos talebans a um escritório do governo local no sul do Afeganistão na madrugada desta quinta-feira deixou sete afegãos mortos - seis soldados e o motorista de uma agência de ajuda americana. O ataque, um dos mais ousados e bem-organizados entre os últimos ocorridos na região, se segue a uma série de outros desferidos contra afegãos que trabalham para agentes estrangeiros.A ação ocorreu durante a madrugada no distrito de Deshu, a cerca de 180 km ao sul de Lashkargah, a capital da província de Helmand. Pelo menos seis afegãos trabalhando para a Ong Mercy Corps estavam procedendo a uma inspeção na região e estavam no edifício no momento em que, segundo o chefe de inteligência provincial, Dad Mohammed Khan, cerca de 40 supostos talebans entraram no escritório atirando. Os atacantes chegaram ao local em veículos - uma tática inusitada em se tratando de combatentes talebans. Usualmente, eles chegam a pé, o que os torna menos visíveis. ?Um motorista que estava dormindo na mesma sala em que estavam os soldados também morreu?, afirmou Kahn, acrescentando que seus agentes estão em busca dos atacantes. Ele disse que o pessoal da Ong havia dormido em Deshu porque havia ficado muito tarde para regressar a Kandahar, nas proximidades, por estradas consideradas extremamente perigosas após o anoitecer. Kandahar era o quartel-general do chefe do Taleban, mulá Mohammed Omar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.