Taleban mata ao menos 80 para vingar Osama Bin Laden

Os taleban aliados da Al-Qaeda reivindicaram a autoria das duas explosões que mataram pelo menos 80 pessoas e deixaram 117 feridos, 40 deles em estado crítico, em um centro de treinamento das forças paramilitares no noroeste do Paquistão.

AE (AP), Agência Estado

13 de maio de 2011 | 04h20

Os ataques, que ocorreram no Distrito de Charsada, na fronteira com o Afeganistão, são os mais sangrentos desde o dia 1º, quando uma unidade especial americana matou Osama bin Laden, líder da Al-Qaeda. Várias milícias tinham prometido vingar a morte do terrorista. Pelo menos uma das explosões, diante do portão principal do centro de treinamento, foi provocada por um suicida. Os recrutas eram a maioria dos mortos.

Tudo o que sabemos sobre:
atentadosPaquistãoTalebanOsama

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.