Taleban não entregará Bin Laden sem provas

O embaixador do Afeganistão no Paquistão, Abdul Salam Zaeef, disse hoje que o Taleban não entregará o terrorista saudita Osama bin Laden antes que seja provada a participação do terrorista nos atentados de semana passada. Zaeef também disse que não tem informações sobre o paradeiro de Bin Laden. O Taleban é a milícia islâmica que controla o Afeganistão, país onde Bin Laden vive desde 1996."Nossa posição neste caso é, se a América tiver provas, nós estamos prontos para julgar Osama bin Laden sob as luzes das evidências."Em uma coletiva de imprensa no Paquistão, o embaixador afegão disse que ele sentia muito pelas pessoas que morreram nos ataques suicidas no World Trade Center e no Pentágono na semana passada, mas pediu para os Estados Unidos não pôr em perigo vidas de pessoas inocentes em uma retaliação militar.Zaeef também pediu para que a ONU e a Organização da Conferência Islâmica, entidade que reúne várias nações muçulmanas, investiguem os ataques. Ele também criticou as declarações do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush.Bush exigiu que o Taleban entregue Bin Laden, liberte americanos aprisionados, e dê aos Estados Unidos acesso aos campos de treinamento de terroristas. Bush disse que estas exigências não serão discutidas. "Eles vão entregar os terroristas ou compartilharão sua sorte", disse Bush.Os EUA nomearam Bin Laden como o principal suspeito por trás dos ataques terroristas de 11 de setembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.