Taleban nega que mulá Omar tenha sido morto em ação militar paquistanesa

O Taleban afegão negou ontem que seu líder, o mulá Mohammad Omar, tenha sido morto por forças paquistanesas. Segundo o grupo, ele está vivo no Afeganistão e promete continuar a insurgência.

, O Estado de S.Paulo

24 de maio de 2011 | 00h00

"Ele está vivo e bem no Afeganistão", disse porta-voz do grupo radical islâmico, Zabihullah Mujahid. "Rejeitamos com veemência essas alegações sem fundamento de que o mulá Mohammad Omar foi morto." Um porta-voz da agência de inteligência afegã tinha informado que o mulá Omar estava na cidade paquistanesa de Quetta, na região do Baluquistão, mas que teria desaparecido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.