Taleban pretende abrir escolas no Afeganistão

O Taleban irá abrir suas próprias escolas ao sul do Afeganistão, disse um porta-voz do grupo neste domingo, Abdul Hai Muthmahien, aparentemente contra a autoridade do presidente Hamid Karza e seu sucesso na política educacional implementada no leste do país.Muthmahien afirmou que o projeto estava sendo estruturado desde março de 2006 e o grupo pretende oferecer educação islã províncias, começando por garotos e depois as garotas."Os Estados Unidos e seus aliados estão fazendo propaganda contra o Taleban, disse Muthmahien no sábado. "O Taleban não é contra a educação. Nós queremos educação Islã".A missão das Nações Unidas rebateu as declarações, dizendo que o Taleban "não pode ser levado a sério".Durante seis anos de governo fundamentalista, o Taleban barrou garotas das escolas e encabeçou uma campanha violenta contra escolas públicas. Em 2006, militantes mataram 20 professores, e fecharam cerca de 400 colégios com ameaças.O Taleban, ainda assim, disse pretender abrir seus próprios colégios. Os analistas dizem que esta iniciativa é uma resposta à política de Karzai, que providencia à população muitas atividades sociais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.