Taleban proíbe celebração de ano-novo iraniano

O grupo integrista islâmico Taleban proibiu a celebração, hoje, do "Naw Rouz", o ano-novo iraniano, e advertiu que os que não cumprissem a ordem seriam acusados de infiéis.A festividade, que tem suas origens na religião fundada por Zoroastro na Pérsia pré-islâmica, e é especialmente significativa para os xiitas muçulmanos, foi proibida pelos sunitas Talebans, que a consideram uma festa pagã e contrária aos ensinamentos do profeta Maomé.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.