Taleban rejeita diálogo com presidente afegão

O Taleban rejeitou ontem a proposta de diálogo do presidente afegão, Hamid Karzai. O grupo disse que só aceitará conversar após a partida das forças estrangeiras e "seguirá com sua guerra" contra os soldados ocidentais e o governo. No domingo, Karzai ofereceu proteção ao líder taleban, mulá Omar, apesar de ele ser um dos homens mais procurados pelos EUA. O presidente afegão advertiu que os países que estiverem insatisfeitos com a oferta a Omar podem deixar o Afeganistão. O chefe do Estado-Maior Conjunto dos EUA, almirante Michael Mullen, disse ontem que ainda "não há condições" no Afeganistão para o diálogo com o Taleban.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.