Talebans afirmam ter matado refém indiano

O engenheiro indiano seqüestrado na sexta-feira no sul do Afeganistão "foi assassinado" quando tentava escapar, afirmou neste domingo um porta-voz dos talebans. Nesta manhã, "o engenheiro indiano, que estava em um quarto com um guarda, o atacou e escapou. Quando saía do recinto outros soldados o mataram", declarou por telefone Yusuf Ahmadi, porta-voz dos talebans. Surya Narain foi seqüestrado no distrito de Sharjoy, na província de Zabul (sul) quando viajava pela estrada que une Cabul a Kandahar. Casado e pai de três filhos, o engenheiro trabalha para uma empresa subcontratante da principal companhia de telefonia móvel afegã, a Roshan. Os seqüestros realizados pelos rebeldes talebans ou por grupos criminais são bastante freqüentes no Afeganistão, principalmente no sul e leste do país, fora do controle do governo de Cabul e das tropas internacionais presentes no país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.