Talebans atacam bases da Otan, que responde e mata 13

Ataque foi reivindicado por um porta-voz dos insurgentes; terroristas levavam explosivos junto ao corpo

Efe

28 de agosto de 2010 | 07h22

CABUL - Insurgentes talebans atacaram duas bases da Otan na província afegã de Khost (na fronteira com o Paquistão) neste sábado, 28, e, em resposta, a Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf) matou pelo menos 13 guerrilheiros, segundo comunicado das próprias tropas internacionais.

No confronto, a força conjunta, apoiada por aviação de combate, matou pelo menos 13 insurgentes da força fundamentalista Haqqani - quatro dos quais usavam coletes com explosivos - e deteve outros cinco, segundo o comunicado.

O ataque foi reivindicado por um porta-voz taleban, Zabiulah Mujahid, que disse que 28 de seus homens, que levavam explosivos encostados ao corpo e armas de diferentes calibres participaram dos ataques, segundo a agência AIP.

Mujahid afirmou que oito fundamentalistas suicidas atacaram a base das tropas internacionais em Sarabagh, enquanto outros 12 os apoiavam desde o exterior e outros oito mantiveram confronto contra forças americanas.

"Além disso, atacamos as bases das forças estrangeiras de Mariza, Maghulgi e Tarkhobi", acrescentou.

Khost é uma das áreas com maior atividade da insurgência taleban, presente sobretudo nas regiões sul e leste do país, onde predomina a etnia pashtun.

No último dia 14, um grupo de insurgentes realizou um ataque com projéteis contra uma base das tropas internacionais nesta mesma província.

Os talebans intensificaram nos últimos meses seus ataques contra comboios e bases das forças internacionais e do Exército afegão.

Tudo o que sabemos sobre:
Otan, taleban, ataques

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.