Talebans fogem de penitenciária no Afeganistão

Sete supostos membros de médio escalão da milícia fundamentalista islâmica Taleban fugiram da principal penitenciária do Afeganistão, informaram autoridades locais nesta terça-feira. Os homens escaparam no domingo do presídio de Policharki, na periferia de Cabul, admitiu o general Abdul Salam Bakshi, diretor do sistema prisional afegão."Nós iniciamos uma caçada humana para recapturar esses membros do Taleban, mas ainda não temos indícios sobre o paradeiro deles", declarou. "Todos eles foram detidos enquanto lutavam ao lado do Taleban", assegurou.Bakshi disse que os suspeitos são naturais das províncias de Helmand e Kandahar, um antigo reduto taleban. Todos cumpriam sentenças de 16 a 17 anos na prisão, disse Bakshi, sem fornecer mais detalhes sobre os foragidos. O general disse ainda que dez carcereiros foram detidos. Eles são suspeitos de colaboração com os detentos ou negligência.Os sete detentos conseguiram convencer os guardas a deixá-los sair do presídio superlotado depois de falsificarem um carimbo normalmente gravado na mão dos visitantes, para diferenciá-los dos prisioneiros em dias de visita, disse Mohammad Wasim Hashimzai, vice-ministro da Justiça do Afeganistão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.