Talebans suspeitos de atear fogo em escolas para meninas

Supostos talebans incendiaram duas escolas para meninas no norte do Afeganistão, disseram autoridades locais, no segundo ataque do gênero nos últimos dias. Também foram distribuídas as chamadas "cartas noturnas", advertindo os afegãos a "não mandarem meninas às escolas". Duas tendas abrigando escolas femininas no distrito de Charar Bolak, na província de Balkh, foram destruídas pelo fogo na noite de domingo, disse Abdul Sabur Khan, um oficial militar do local. No sábado, outro atentando destruiu um escola de meninas na província de Nangarhar, no leste do país. No começo deste mês outra escola foi queimada a apenas alguns quilômetros ao sul da capital, Cabul. O ataque de domingo foi o primeiro do tipo na província de Balkh, considerada uma forte bastião da Aliança do Norte, anti-Taleban, que ajudou a coalizão liderada pelos Estados Unidos a retirar do poder a milícia radical e seus aliados da Al-Qaeda em 2001. Quando estava no poder o taleban proibiu que garotas estudassem e mulheres trabalhassem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.