Taliban ataca sede da Otan e embaixadas na capital do Afeganistão

Foram ouvidas explosões na região central de Cabul e houve pesados tiroteios na zona diplomática, que tem forte esquema de segurança

BBC Brasil,

15 de abril de 2012 | 09h24

Atualizado às 11h03

Cabul, 15 - A milícia Talebã admitiu a autoria de uma série de ataques simultâneoas realizados contra diversos alvos na capital do país, Cabul, e em outras partes do país. Os alvos dos ataques foram, segundo um porta-voz do grupo militante, embaixadas no enclave diplomático de Cabul e as sedes da Otan e do Parlamento do país.

Atentados também teriam sido registrados nas províncias de Logar e Patkia e há relatos de que ataques suicidas foram realizados em Jalalabad. Foram ouvidas várias explosões na região central de Cabul e houve pesados tiroteios na zona diplomática, que conta com forte esquema de segurança.

A Otan informou que houve relatos de ataques realizados em sete locais diferentes somente em Cabul, mas que ainda não se sabe se os atentados deixaram vítimas. Um dos locais atingidos foi a embaixada britânica na capital afegã, onde uma torre de observação foi atingida por dois foguetes. Uma casa que serve de residência a diplomatas britânicos teria sido atingida por uma granada e uma pesada nuvem de fumaça foi vista próxima à sede da embaixada da Alemanha.

Políticos combatentes - Após os ataques contra o Parlamento, até mesmo parlamentares decidiram aderir aos combates contra os militantes do Talebã. O parlamentar Kandahar Naeem Hameedzai Lalai afirmou: ''Sou o representante do meu povo e tenho de defendê-lo''.

Representantes da embaixada dos Estados Unidos também relataram que foram registradas explosões nos arredores da sede diplomática, mas afirmaram que os funcionários da representação americana não ficaram feridos. De acordo com a agência France Presse, o recém-construído hotel Kabul Star também estava em chamas.

Em Jalalabad, onde houve um atentado suicida no leste da cidade, há relatos de que o aeroporto foi atacado, assim como uma base militar americana. Militantes teriam assumido o controle de um edifício do governo em Pul-e-Alam, capital da província de Logar. Ativistas do Talebã e tropas do governo estavam trocando tiros na região do edifício.

Na cidade de Gardez, capital da província de Paktia, também houve troca de disparos entre militantes e soldados, após milicianos terem assumido o controle de outra sede governamental. 

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

 

Tudo o que sabemos sobre:
ataquesatentadosafeganistãocabul

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.