Mohammad Sajjad/AP
Mohammad Sajjad/AP

Taliban faz centenas de reféns em escola militar do Paquistão; 84 mortos

O grupo radical prometeu aumentar os ataques contra alvos oficiais do país em resposta a uma grande operação militar

JIBRAN AHMAD, REUTERS

16 de dezembro de 2014 | 08h01

Homens armados do Taliban fizeram reféns centenas de estudantes em uma escola administrada por militares na cidade paquistanesa de Peshawar, na terça-feira, e ao menos 84 pessoas foram mortas, disseram autoridades.

Um jornalista da Reuters no local ouviu tiroteio intenso dentro da escola, que estava cercada por soldados. Helicópteros sobrevoavam o local e ambulâncias levavam às pressas crianças feridas para o hospital.

O hospital Lady Reading em Peshawar, uma cidade grande e instável não distante da fronteira com o Afeganistão, disse que o local recebeu vários corpos e estava cuidando de dezenas de estudantes e dois professores feridos.

"Muitos estão na sala de cirurgia em estado crítico, passando por tratamento", disse o funcionário do hospital Ejaz Khan.

Pervaiz Khattak, uma autoridade local da província onde fica Peshawar, disse que ao menos 84 crianças morreram no ataque.

"No CMH (Hospital Militar Combinado) há cerca de 60 e há mais 24 no Lady Reading (hospital)", disse Khattak, ministro-chefe provincial, a emissoras de televisão.

O Taliban paquistanês, que luta em busca de derrubar o governo e impor um regime islâmico radical, prometeu aumentar os ataques contra alvos oficiais do Paquistão em resposta a uma grande operação militar contra os insurgentes em regiões tribais.

Tudo o que sabemos sobre:
PAQUISTAOTALIBANESCOLAREFENS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.