Tamiflu parece ser efetivo contra gripe suína, diz OMS

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse que testes iniciais mostraram que o medicamento antiviral Tamiflu, fabricado pela companhia farmacêutica Roche Holding, sediada na Basileia, parece ser efetivo contra o vírus que causa a gripe suína. Mais de 60 pessoas morreram e outras 1 mil estão contaminadas pelo vírus no México. Autoridades norte-americanas disseram que sete pessoas foram infectas pela gripe suína na Califórnia e no Texas, mas todas se recuperaram.

AE, Agencia Estado

25 de abril de 2009 | 14h36

"A informação que temos até agora é de que o vírus reage ao Tamiflu", disse o porta-voz da OMC, Aphaluck Bhatiasevi. A OMC espera obter informações conclusivas sobre o potencial do medicamento no combate à doença nos próximos dias. Um grupo de especialistas que formam o painel de crise da OMC se reuniu em Genebra hoje, em caráter de emergência, para discutir a situação que classifica de "séria", com potencial de se transformar em uma "pandemia".

A OMC, que mantém conversações com a Roche sobre fornecimento de estoques de emergência do medicamento, tem capacidade de mobilizar cerca de 300 milhões de tratamentos em adultos, assim como um número de tratamentos em crianças, disse Bhatiasevi. Antes do encontro de emergência de hoje - o primeiro realizado pelo painel de crise desde que foi criado em 2007 - a OMC pediu aos países que implementem medidas ativas de vigilância. A Roche confirmou que pode distribuir vários milhões de doses do Tamiflu, caso o tratamento se mostre realmente eficiente. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ONUgripe suínaTamiflu

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.