Tanques israelenses se afastam da residência de Arafat

Tanques israelenses que cercavam o quartel do líder palestino Yasser Arafat, em Ramallah, na Cisjodânia, deixaram o local na manhã desta segunda-feira e estão agora a 16 km ao norte de Jerusalém, informaram fontes palestinas. A ordem de liberar Arafat, que está confinado em Ramallah desde o ano passado, foi dada pelo ministro da Defesa israelense, Benjamim Eliezer. Mas o líder da Autoridade Nacional Palestina (ANP) terá que pedir permissão ao governo de Israel caso queira ir além da cidade de Ramallah, considerada a capital administrativa da ANP, na Cisjordânia e na Faixa de Gaza.Violência Em Naplusa, na Cisjordânia, dois palestinos foram mortos e outro ficou ferido em dois incidentes na manhã desta segunda-feira, informou uma rádio pública israelense. Testemunhas disseram que um palestino guiava em direção ao hospital quando foi interrompido por soldados israelenses. Como o motorista não parou os guardas abriram fogo.A outra morte aconteceu em Tulkarem, na Cisjordânia. Durante um bloqueio israelense, uma jovem palestina não obedeceu a ordem dos soldados e foi advertida com tiros para o alto. Depois, segundo testemunhas, ela tentou atropelar os soldados, que atiraram em direção ao carro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.