Taro Aso será o novo primeiro-ministro do Japão

O partido governista do Japão elegeu como seu novo presidente Taro Aso, um político veterano mais inclinado a implementar medidas fiscais para estimular a economia do que em manter a disciplina orçamentária. A eleição de Aso garante sua escolha como primeiro-ministro na votação parlamentar da próxima quarta-feira. Mas, com as eleições gerais ocorrendo provavelmente no início de novembro, não está claro quanto tempo ele conseguirá se manter no poder.Aso obteve 351 dos 525 votos no Partido Liberal Democrático (PLD) e derrotou quatro concorrentes, incluindo o ministro da Economia, Kaoru Yosano. A eleição sucedeu a surpreendente renúncia do ex-presidente do partido e ex-primeiro-ministro Yasuo Fukuda. Com 68 anos, Aso é neto do ex-primeiro ministro Shigeru Yoshida, a quem se atribui o estabelecimento das bases para a recuperação e o crescimento econômico do Japão no pós-guerra.Durante a campanha para a presidência do PLD, Aso se distanciou da posição reformista e antiestatizante do ex-primeiro ministro Junichiro Koizumi, que ajudou a reanimar a economia do país após o estouro da bolha imobiliária do início da década de 90. Ao invés disso, o novo líder do PLD argumentou que é melhor usar flexivelmente a política fiscal para recolocar a economia japonesa no caminho da recuperação. Três anos de medidas fiscais apropriadas, como isenções de impostos, são necessárias para isso, afirmou. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.