Tática governista tem como objetivo iludir o eleitor

Neste artigo, o autor critica a estratégia do governo de Cristina Kirchner de lançar candidatos para a eleição de junho que, se eleitos, nunca tomarão posse. Entre esses candidatos, estão os ministros e assessores de mais carisma do governo peronista, apresentados apenas para "puxar votos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.