Taylor anunciará amanhã que deixa a Libéria

O presidente da Libéria, Charles Taylor, que aceitou oferta de asilo na Nigéria, pronunciará amanhã seu discurso de despedida ao Parlamento do país, anunciou hoje o secretário-geral da Comunidade Econômica de Estados da África Ocidental, Mohammed Ibn Chambas. Taylor já havia prometido deixar o poder, mas o governo liberiano pediu à Corte Internacional de Justiça que anule as acusações de crime de guerra em Serra Leoa, apresentadas contra o presidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.