Taylor renuncia e passa o cargo para o vice-presidente

O presidente liberiano Charles Taylor, que contribuiu para uma guerra civil de 14 años e foi acusado por crimes de guerra na vizinha Serra Leoa, renunciou ao cargo nesta segunda-feira e tranferiu o poder a seu vice-presidente, Moses Blah. Diversos líderes da África haviam viajado para Monróvia, a capital da Libéria, para assistir à prometida renúncia de Taylor (veja os links abaixo).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.