Teerã adverte que ´europeus perderão no final´

O Irã descartou o ataque dos "inimigos" às suas instalações nucleares, e advertiu que, de qualquer forma, "os europeus perderão no final", segundo informou neste sábado a agência nacional de notícias "Irna".A afirmação veio do secretário-geral do ConselhoSupremo para a Segurança Nacional, Ali Larijani, poucos dias após os EUA anunciarem que tem planos de posicionar mísseis "Patriot" e enviar um segundo porta-aviões à zona do Golfo Pérsico. "Nossas Forças Armadas estão em máxima alerta para fazer frente aqualquer agressão. Agora existe um plano para pressionar o Irã, mas os países europeus perderão no final", disse Larijani.O secretário disse acreditar que os "inimigos não podem agredí-los", e que as declarações sobre um plano para atacar as instalações nucleares iranianas "são rumores e fazem parte de uma guerra psicológica".Larijani, que também é o principal negociador iraniano na disputa nuclear, disse que Teerã tenta superar "com paciência e sensatez" a atual crise com a comunidade internacional devido às atividades nucleares. Ele insistiu, no entanto, que seu país "não renunciará a seu direito de possuir tecnologia nuclear". Os iranianos alegam que seu programa nuclear tem fins pacíficos, enquanto os EUA e outros países ocidentais suspeitam que tenha fins militares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.