Teerã corta subsídios aos combustíveis

O Irã começou a aplicar o corte de subsídios aos combustíveis e outros produtos essenciais que pressionavam as finanças públicas e impediram o progresso econômico por anos. O sucesso de Teerã em superar obstáculos políticos e sua disposição em enfrentar risco de convulsão social sugerem que o presidente Mahmoud Ahmadinejad consolidou seu poder, após as rupturas internas que se seguiram à sua reeleição, em 2009. Para analistas, o desdobramento influenciará a posição de Teerã no diálogo nuclear.

, O Estado de S.Paulo

18 de janeiro de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.