Teerã diz ter enviado macaco ao espaço e celebra 'vitória' de programa de foguetes

O Irã divulgou ontem imagens de um macaco que supostamente foi enviado ao espaço a bordo de um foguete de fabricação iraniana e retornou com vida. O objetivo dos cientistas, segundo a imprensa de Teerã, é colocar um homem em órbita nos próximos anos. A notícia, porém, tocou um tema sensível: a mesma tecnologia que teria levado o animal pode ser usada para fins militares, incluindo foguetes capazes de acertar os EUA e a Europa. A porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Victoria Nuland, disse que não é possível comprovar a veracidade da informação, mas a atividade de Teerã "pode estar diretamente relacionada com o desenvolvimento de mísseis balísticos de longo alcance".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.