Teerã proíbe acesso ao Google

O Irã proibiu ontem acesso ao site de pesquisas Google e a seu serviço de correio eletrônico, Gmail, informou a agência semi-oficial ?Mehr?, citando o secretário do Conselho Nacional de Informação, Hamid Shahriari. Ele não esclareceu o motivo da decisão. Desde a manhã de ontem, as páginas do Google e outras iranianas e internacionais estão proibidas para os internautas do Irã. As autoridades já haviam proibido o acesso a dezenas de milhares de páginas políticas, pornográficas e de interesse geral, impondo o uso de filtros aos provedores.

AFP, O Estadao de S.Paulo

07 de setembro de 2018 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.